28/02/2017

Off sight | Sintra

Recebi o convite da Marta, já perto da meia noite. Perguntava-me se me queria juntar ao passeio por Sintra com o intuito de fotografar casas abandonadas para o projeto Off Sight. Não tendo nada combinado e gostando de explorar locais abandonados, como não aceitar? Encontrámo-nos na estação. Com a Marta, a Guida e a Raquel e partimos à aventura.
Chegadas a Sintra, a primeira casa onde entrámos era um antigo Centro de Saúde. Havia sinais de estar a ser ocupada por pessoas e animais. Apesar de àquela hora estar vazia só de pensar que a qualquer momento poderiam voltar... tirei algumas fotografias e saí. Não sou fã de encontros imediatos especialmente com animais que vêem o seu espaço invadido. 
Depois, dos travesseiros e queijadas da praxe, entrámos noutra casa. Esta não tinha vestígios de estar a ser ocupada e foi onde passámos mais tempo. A porta estava aberta e eu fui abrindo as janelas que consegui. Esta casa, que está à venda, tem uma vista brutal para o Palácio da Vila e por entre papéis rasgados e gavetas abertas, adivinham-se histórias... 
Nesta casa, pedi à Marta que se abeirasse da janela para lhe fazer um retrato. Uma forma simples de agradecer o convite. Já sabes Marta, para passeios, viagens, comida e fotografias, podes convidar sempre: estou pronta!
Off Sight Original

23/02/2017

Mudar de Vida

 
Não sei exatamente como começar este post, na minha cabeça habita um emaranhado de pensamentos. Não a vi chegar mas a minha vida mudou na última semana. Andei duas semanas a oscilar entre trabalhos, a despedir-me do antigo e a pôr o pé devagarinho no novo. Arrisquei o que tinha, cheia de medo das novas funções, mas seguia em frente, mergulhava de cabeça no desconhecido. Adivinhava-se um parto difícil como é habitual - não sou boa com começos! Até que descobri que a compensação não era a que esperava. 
Saltei fora! No dia em que fazia a festa de despedida no antigo emprego informava no outro que não poderia avançar por um valor tão baixo. E os comentários sucediam-se: "E agora? O que é que vais fazer? Então?... Não preferes ficar lá, mesmo sendo menos dinheiro, do que ficar sem nada? Tu é que sabes. É uma boa oportunidade."
É difícil o embate com a realidade. Se por um lado me acalmou saber que não teria de passar por um começo cheio de responsabilidades e expectativas, por outro, há responsabilidades que não se pagam sozinhas.
No dia seguinte, depois de ter formalizado tudo. Cheguei a casa e dormi cinco horas. Acho que o meu corpo se quis inibir de pensar em tudo o que estava a acontecer.
Entretanto já fui a uma entrevista. Não fiquei para o lugar a que me candidatava, mas gostaram de mim e propuseram-me um part-time. Aceitei! É longe, são poucas horas, mas o valor é relativamente justo para as tarefas/responsabilidades. Eu não tenho medo de trabalhar, não posso é aceitar que achem que estou em saldos.
Chamem-me louca, corajosa ou fraca. Não sei o que fui ou consigo estar a ser no meio deste processo. Só sei que tudo isto me devolve sempre a mesma pergunta: "Como é que consigo descobrir o que me faz feliz?"

18/02/2017

Tardei

05/02/2017

Your vision? Or people pleasing?

Tenho um novo trabalho. Um trabalho mais exigente. Um trabalho de coordenação: de equipa, de recursos, de expectativas... Estou apavorada porque quero garantir que nada falha e tenho medo de descobrir que ainda não tenho competências para tudo.
Falhar vai acontecer! É preciso aprender a lidar com isso. O que também vai acontecer são as mentes conformadas não ficarem felizes com as decisões... E quando isso acontecer? Escolho a visão que tenho para a educação? Ou tento agradar a toda a gente?
A resposta parece óbvia, mas muitas vezes, inconscientemente, escolho agradar. Procura de validação externa? Sentimento de pertença? Não sei.
'You cannot be committed to something and make everybody happy. Just not possible! So, what do you choose? Your vision? Or people pleasing?'
@alexipanos
Só sei que quero seguir a minha visão... mesmo que isso signifique agradar a toda a gente. Serei forte o suficiente? 
Fotografia by LuisaStarling

04/02/2017

1 Second Everyday - Janeiro 2017

Sigo o meiadeleite há alguns anos. Acho que cheguei a ele através do PostCrossing. Mas das coisas que mais gosto é de ver o 1 Second Everyday. Também já tinha visto a TED talk do fundador do conceito Cesar Kuriyama, mas ainda não tinha a aplicação e quando passou a existir não a descarreguei logo.
Decidi começar este registo em 2017, aqui fica a o primeiro mês.



Destaques:
- Aniversários: pai, Ana Isabel e Cuca;
- Primeiro dia no novo emprego.

1SE - 1 SECOND EVERYDAY
Android App on Google Play: http://bit.ly/1SEGooglePlay
iOS App available on the App Store: http://bit.ly/WyaMIB

01/02/2017

Yoga Suspenso

 Há quase 1 ano que dedico 1 hora por semana a experimentar a vida de cabeça para baixo. Desde que vi imagens do Yoga Suspenso que soube que tinha que experimentar. Escolhi o O2 Life Center porque não é um ginásio, é um espaço que aposta na saúde e no bem-estar através do exercício físico. Descobri que sou uma "mulher acabada", e que tenho mesmo que treinar a minha força e resistência. Se para além disso, puder melhorar o meu equilíbrio num ambiente tranquilo e sabendo exatamente qual são os objetivos dos exercícios, é fantástico!

Eu estou muito feliz por fazer Yoga Suspenso. Será que há por aí alguém que queira experimentar? A Isabel Nicolau, a professora de Yoga mais querida, aceitou responder a umas perguntas para ficarem a saber mais sobre esta modalidade.

LucieLu - O que é o Yoga Suspenso?
Isabel - É uma prática suspensa que terá surgido na Índia, ligada ao Hatha Yoga, e que terá já séculos de existência. Na realidade é uma prática que mistura alguns movimentos do yoga e do trapézio estático... parece complicado, mas não é!
Iniciamos com movimentos simples e muito delicados, depois avançamos à medida que nos tornamos mais confiantes. Para mim o yoga suspenso é a liberdade e a superação!!
   Além da componente lúdica muito associada à utilização dos panos que conferem este sentimento de glamour o Yoga Suspenso tem inúmeras vantagens:
     * pode reduzir as insónias
     * pode aumentar a estamina
     * pode reduzir a ocorrência de palpitações cardíacas
     * fortalece os pulmões
     * estimula o funcionamento das glândulas pineal e pituitária
     * aumenta a hemoglobina no sangue
     * pode aumentar a circulação sanguínea nas células cerebrais
     * promove a recuperação do cansaço mental


L. - Quem pode fazer Yoga Suspenso?
I. - Poderia dizer que todas as pessoas... dos 8 aos 80... Existem alguns movimentos que não devem ser efetuados, por exemplo por grávidas, pessoas com problemas oculares graves e com hipertensão. Por isso é efetuado um questionário antes da inscrição.

L. - O Yoga Suspenso pode ser integrado num plano de treino?
I. - É minha opinião que pode e deve. O Yoga Suspenso só por sim já é um treino, mas para quem quer evoluir mais rapidamente pode integrar esta prática num plano de treino, uma vez que tem muitos movimentos de puxar e empurrar, fundamentais à boa mobilidade e a uma vida salutar. Articular esta prática é um ótimo treino. Além disso também fazemos agachamentos que ajudam a fortalecer as pernas.

L. - Que palavras deixas a quem tem medo que o pano não aguente ou que vá fazer figuras ridículas?
I. - No Yoga Suspenso, o trabalho é feito num tecido preso ao teto, com capacidade para qualquer coisa como 1500kg (ninguém pesa tanto...), que suporta o corpo nas diferentes posições. A exigência continua lá, mas aliada a algum divertimento. Consideramos apenas 10% da capacidade máxima do tecido, pois estamos a trabalhar com cargas em movimento - o nosso corpo em movimento.
Não tenham medo, aquele tecido cheio de glamour é muito forte!! Quanto a fazer figuras ridículas... Ninguém faz figuras ridículas... Ou seja, até faz... fazemos todas mas é muito divertido!

L. - O que podem fazer para experimentar?
I. - Basta ligar para o O2 Life Center e fazer a marcação da aula. Estão todas convidadas!
   Para a aula: trazer roupa justa e confortável, calças são aconselháveis.
   Telefone: 21 853 19 00 ou 96 228 11 79

Obrigada Isabel!


Lucie Lu © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.