24/03/2017

Sessão boa no Bacalhôa (Buddha Eden)

Perdoem-me o título vulgar mas como não brincar com as palavras quando elas se organizam assim no pensamento. Há um fim-de-semana atrás visitava, pela primeira vez, o Bacalhôa Buddha Eden. Poderia ter ficado encantada pelas estátuas e estatuetas, pela natureza e até pelo vinho (apesar de não gostar). O que fica são as memórias felizes de um dia cheio de sol e uma casa na árvore povoada de sonhos e gargalhadas acompanhada de um baloiço para dar balanço aos sonhadores.
Obrigada!

22/03/2017

Há conversa no Bloggers Camp - Tertúlia #2

Sou pelos blogues, pelas pessoas, pela inspiração, pelas partilhas... Sou por tudo o que cabe lá dentro: coisas bonitas, diferentes, desafiantes. Sou pelas tertúlias, pelos jantares e pelos silêncios que também falam. Sou pelos projetos ousados e corajosos. Sou pelo amor, pela vida e pelas aprendizagens que são sempre maiores e melhores quando não as fazemos sozinhos.

Sou pelo Bloggers Camp!

16/03/2017

Fotografia documental

Este é o meu estilo de fotografia: sem direções, sem flash, sem se sentir a presença a não ser num disparo tímido. Não há dresscode. Não há guião. Só hora marcada e uma porta aberta.

08/03/2017

Mood Booster Photoshoot

Todas as fotografias são da Luisa Starling
(boas notícias o Doce para o meu Doce voltou!)

05/03/2017

A Magia do Teatro

(Fragmentos - Contra-Senso 2017)

Tenho dificuldade em fotografar os espetáculos do ContraSenso. Há sempre partes em que as lágrimas me inundam os olhos e fica difícil registar com luz o que se sente no palco e no coração. Os espetáculos de teatro têm essa energia que enche a sala e se entranha nos poros.
Em dezembro do ano passado vi O Cemitério das Âncoras, onde entrava a minha querida amiga Marina. Foi tão intenso! Decidi que em 2017 ía ver um espetáculo por mês. Não quero ser engolida pela rotina e esquecer-me que há por aí tanta magia espalhada pelos palcos.

Eu já pisei o palco. No meio do processo quis desistir, voltei, cheguei ao fim. Mas a vontade de construir personagem, apropriar-me das palavras, permanece... Será que me aventuro a fazer novamente uma viagem tão profunda?

De 2017 já respirei teatro três vezes: Os Dias Realistas, Filhos das Mães, Fragmentos.

Há por aí alguma sugestão de uma peça que vos tenha tocado de uma forma especial?
Lucie Lu © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.