Follow my blog with Bloglovin

11/11/2018

Dez

1. A Brené Brown a ser ela própria e a trazer insights no Podcast da Marie Forleo.

2. Sobre estilo e essência. "Who am I, and how i want to show up in the world?"

3. Minimalismo não é só destralhar coisas - Pick Up Limes.

4. Gostei desta ideia de explorar um hobby por ano e ser clara no objetivo a alcançar.

5. Leftover Woman - incrível como a pressão social pode ser tão intensa.

6. Sobre lotaria por Seth Godin.

7. Do what you can't! - Casey Neistat.

8. Medo de existir... Abalar as limitações, largar as histórias...

9. Eu sei mil videos inspiradores, mas gostei muito Kyle Cease.

10. Free Design School.

17/10/2018

VII Cartas a Sofia

Querida Sofia,

Estamos longe. Os nossos dias por vezes geograficamente perto sentimos que vivem a anos-luz. A distância é encurtada num comentário, num like, ou talvez apenas num sorriso por vermos que a outra ainda respira e vai sorrindo também.
Tenho saudades da beira da tua piscina encostada a um pomar de histórias, tenho saudades de um sushi molhado em conversas e abraços. Desfiamos os dias, entre silêncios e músicas.
Gosto tanto de te ler, de te sentir amor em tudo quanto fazes. Pergunto-me se já escreveste "O livro que não existe", ou se vai ficar permanentemente correto esse título roubado a restaurante lá para os lados do Beato.
Combinamos ver-nos em breve? Antes das lareiras acesas? Antes dos casacos resgatados?
Deixo-te como sempre com um poema e uma música para cumprir a regra de Charles Darwin. Ainda te lembras como isto tudo começou?

AUTO-RETRATO de Natália Correia

Espáduas brancas palpitantes:
asas no exílio dum corpo.
Os braços calhas cintilantes
para o comboio da alma.
E os olhos emigrantes
no navio da pálpebra
encalhado em renúncia ou cobardia.
Por vezes fêmea. Por vezes monja.
Conforme a noite. Conforme o dia.
Molusco. Esponja
embebida num filtro de magia.
Aranha de ouro
presa na teia dos seus ardis.
E aos pés um coração de louça
quebrado em jogos infantis.

Para ti, os auspício dos dias que escolhermos viver: The Lumineers - Sleep On The Floor "Cause if we don't leave this town/We might never make it out".

Cartas a Sofia I | II | III | IV | V | VI
-
Cartas a Lúcia I | II | III | IV | V | VI | VII

10/10/2018

Dez

1. "As minhas histórias ensinaram-me que o amor não se mete em caixas tipificadas, não é igual a nada, nem perfeito, e pode mudar-nos, e impulsionar-nos." - O que o amor me ensinou by Raining Days and Mondays.

2. That Moment You Learn to Love  - look before you leap.

3. My instagram crush on a TEDx talk.

4. A Jiji fez-me recordar o que é viver sozinha. - Já lá vão 3 anos e meio...

5. "Um estilo demasiado autoritário resulta sempre em agressão ou fuga mas nunca em paz e os efeitos podem não ser, aparentemente, assim tão traumáticos. Mas podem ser castradores." - A Mum's the Boss e suas verdades.

6. 5 dias fora de casa - estarei sem raízes?

7. Ganhei bilhetes para o Mythos -  who are you?

8. 10 anos do blogue Joan of July.

9. Um casamento lindíssimo de uns queridos amigos.

10. We learn as we go - simples!




27/09/2018

Aos adolescentes dos Olivais

Lisboa, 27 de setembro de 2018

Olá,

Vocês não sabem o meu nome mas hoje falei convosco. Este dia é lembrança de um dia feliz o sobrinho do coração faz anos e era da sua festa da escola que regressávamos.
Olhámos para o parque e uma grande confusão... Eram vocês, a gritarem, a movimentarem-se a agredirem-se disso tenho a certeza, com palavras, e talvez não tenham chegado a mais porque a minha amiga, justa e importada como poucos, nem chegou a entrar no carro e disse: vem comigo!
A confusão era tanta que só fizeram silêncio com um assobio e depois de tentarmos falar convosco ignoraram-nos.
Cinco contra quinze... a sério? Acham que assim a crescerem uns para os outros iriam resolver alguma coisa?
Sim, decidimos chamar a polícia, se era necessário? Achámos que sim. Não podíamos deixar que este bate boca continuasse porque o vosso discurso era: "Eu apanho-o e parto-lhe a boca. É preciso chamar mais gente?" E por aí fora.
Bem sei que é difícil ser adolescente, que as hormonas nos retiram a sensatez e até que a namorada de um é agora namorada do outro, mas onde é que queriam chegar sem diálogo?
Hoje tive medo do que vi, mas tive ainda mais a certeza que a melhor educação é a do amor e que ali havia muito filho, neto, aluno, irmão mal "amado", mal escutado, mal abraçado...

Aceitem pois o nosso abraço, vocês importam mesmo quando fazem disparates e não conseguem resolver. Vocês podem ser diferentes e fazer diferente.

A adolescência é tramada mas é no respeito que conseguimos sobreviver...

10/09/2018

Dez

1. Um lugar que está na lista de sítios a visitar antes de morrer.

2. Fotografei um casamento bonito de pessoas especiais.

3. Before You Feel Pressure

4. Histórias de terror laborais - pela Catarina Joan of July - a sério que isto acontece? Lendo parece saído de um livro ou um filme de terror.

5. O prisioneiro mais antigo de Portugal - há histórias incríveis. Como assim preso há 34 anos?

6. As tendências da moda transcendem-me.

7. Era uma vez um voto - uma série criada Pela Jout Jout que merece ser acompanhada.

8. Faz hoje dez anos que fui de Erasmus - há precisamente dez anos apanhava o avião e no hostel de Leuven escrevia isto.

9. O que de verdade importa - um filme para ir ver ao cinema.

10. É a minha última semana de trabalho.
Lucie Lu © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.